Salve 13 de maio

Peço licença ao meu amigo Marcos Andrade para publicar seu ponto texto, sobre nossas queridas entidades pretos e pretas velhas. Com esse ponto, prestamos a nossa singela homenagem ao  guia espiritual da nossa tenda, Pai Mané de Aruanda. 

ME FALES MAIS DESSA ESTRELA
(Marcos Andrade)

Me dê licença de usar tua bengala;
Meu preto-velho, quem está cansado sou eu.
Deixe, vovô, eu me sentar no teu banquinho;
Tanta pedra no caminho,
Tanta dor!
Tanto doeu!

Te lembras daqueles dias de esperança,
Quando eu era tão criança,
Te escutando no terreiro?
Dizias: “Filho, tua benção será vinda,
Tua estrela é muito linda;
Ela clareia o mundo inteiro”

Vovô, me fales mais dessa estrela.
Por favor, me deixes vê-la;
Eu já não aguento a treva.
Quero um abrigo, um repouso na jornada;
Se prossigo a caminhada é porque a fé ‘inda me leva.

Tua força tão serena
É miúda na aparência,
Mas eu creio, preto-velho,
No poder da tua essência.

Luz de Aruanda,
Aceites meu canto de jongo.
Adorei as almas santas;
Eu te saúdo, oh, Rei Congo! 

11979_277613902409763_3565617134276040146_n

Anúncios

Festa de Preto-velho

No próximo dia 12 de maio comemoraremos mais um aniversário da nossa Tenda e faremos uma bela homenagem aos nossos queridas (os) Pretas e Pretos-velhos.  Esperamos os amigos da nossa Tenda para agradecer e saborear  conosco um delicioso Amalá de Preto-velho

Quem quiser conhecer mais sobre a história do Pai Mané de Aruanda clique aqui