Saravá Ogum e sua coroa de lei

Papai é filho de Ogum. Seu Ogum de Malê, quando chegava no terreiro, vinha com potência e muita elegância, aquela própria do Orixá. Ogum é o dono das armas e dos caminhos. Que ele possa ajudar a apontar um caminho de saída para a humanidade, nesse momento delicado e de introspecção individual e coletiva. Deixo os versos poéticos que nosso pai escreveu para o seu Orixá. Salve Ogum! Ogum ê!

As marcas das ferradura do seu cavalo, ilumina a estrada da vida para eu caminhar, Ogum de Malê, tu és cavaleiro, tu vens de Aruanda na fé de Oxalá.

As marcas das ferradura do seu cavalo, ilumina a estrada da vida para eu caminhar, Ogum de Malê, me dê sua lança, me dê sua força, não posso tombar.

Sabedoria de Preto-velho

Sinceramente fio, nega veia se espanta com tanto grito e agitação vinda dos fios dela. Entende que oceis são tudo criança, mas fica espantada como oceis esquece rápido o caminho por onde passaram.
Esqueceram que vieram amarrado em corrente se afogando no mar? E nessa hora que parecia num acabar nunca, o que oceis fazia para ter força de vencer e acreditar que tudo ia passar? Oceis cantava!

Murmurar num resolve, o que resolve é aquieta o pensamento para poder fazer uso do bom senso que Nosso Sinhô deu pros fio. Sunceis que viu tanto fios nasce em meio as dificuldade do todo dia, sempre achavam um jeito de sorrir e cantar, estão perdendo isso?

A riqueza de um quilombo é os fios que vive nele, e oceis tem entre oceis tudo que precisa, tem no Povo de Nega Veia receita e conserto pra tudo, mas se o zoio dos fio teima em oiá pra confusão que o contrario faz, num vai nunca se prepara pra quando tive chance de mudar alguma coisa. As vezes o vespeiro cai de um galho, e os fio cuida de oiá só pra ele, ouvindo o zum zum zum das vespa, sem percebe que tem fogo queimando a mata inteira.

Quando o barulho das ondas era alto e fazia ranger as tábuas do tumbeiro, mais forte era o canto do nosso povo. O que aparecia ser a revolta das águas, era Iemanjá chorando junto e cantando que tudo passa, tudo. Mas a mãe, ela sim tá sempre com os fios porque ela sabe que o que adoece os fio, é o medo!!!

Mãe Conga
Volta Redonda
18 de abril de 2020

#vovomariaconga
#umbanda
#povodocativeiro
#sabedoriadivina
#fé

Não ignore o que acontece dentro de você.

heart in woman hands, be loving and generous, background for valentines day, loving hands,

Ser espiritual não significa que você não possa ficar nervoso, não possa ficar triste, ou tenha que ter fé e confiança o tempo inteiro. A perfeição imposta, é um devaneio… Você não é mais espiritual por simular ser perfeito e nunca se incomodar com nada . Você não precisa estar bem todos os dias. Você não é menos espiritualizado porque sentiu medo, raiva, frustração ou qualquer outro sentimento de baixa vibração que fuja da sua essência…
Não saia de uma ilusão para cair em outra!

Pessoas boas também ficam estressadas, também sentem raiva, também erram, também possuem defeitos e tudo bem. Não negue a humanidade que existe em você!
Muitas vezes, você deve ir aos seus infernos, se por frente a frente com seus demônios, se encontrar com a tua dor.

Exteriorizar, chorar e gritar, quando se sentir impotente para resolver algo que foge ao seu alcance, é normal, é humano.

Aceite o seu lado vulnerável, seu cansaço, sua apatia, seu desânimo,suas frustrações e impotência.

Quer aumentar sua Luz?

Primeiro, vá conhecer a sua sombra. Até que você não faça as pazes, com tudo o que você é, você não vai se conhecer. Só depois de se conhecer você poderá escolher o que quer ser.
Ninguém se torna iluminado por imaginar figuras de luz, mas sim por tornar consciente a escuridão. O problema é que a gente insiste em se boicota
r.

Não ignore o que acontece dentro de você.

As dores e as emoções que você sente, são mensageiras, escute-as !
Aprenda a se observar e entender quais são as coisas que te afetam emocionalmente. Tenha consciência das suas emoções e sensações, para a partir daí, cuidar do que precisa ser cuidado.
Aí está a divindade do autoconhecimento. Atingir o divino a partir da sua humanidade
.

Ser humano, vivenciando, experimentando, sentindo, observando, transformando e evoluindo na carne para o divino.

Aprendendo, crescendo e se permitindo ser quem é, com erros e acertos mas nunca fugindo de princípios como: fé, amor e caridade. Esse foi o caminho que escolhemos para praticar. Nossa amada Umbanda. Nossa terra, nosso fogo, nosso ar e nosso mar !

Texto atribuído a Fraternidade Branca

Homenagem a Ivo de Carvalho

Meu pai nunca será esquecido. No México, dizem que enquanto uma pessoa pensar naquela que se foi, ela continuará viva. Pois então, se depender de Sid Soares a sua lembrança será reacendida. Muito orgulho de conviver com pessoas que o respeitam e, sobretudo, em ser sua filha.
Papai eterno. A benção sempre.

Segue o link para a rádio:

https://play.google.com/store/apps/details…

Se quiser ouvir online, mas sem imagem, segue o link:

https://censg.minharadioonline.net/

Reunião em Aruanda

Os espíritos tiveram uma reunião em Aruanda: Caboclos, Pretos-velhos, Crianças, Exus , Pomba-giras, Boiadeiros, Marinheiros , Baianos e Ciganos.
A falange espiritual da Umbanda estava reunida e o assunto foi a falta de FÉ ou melhor a pouca FÉ dos filhos na terra. Foi quando um Caboclo deu um brado e disse :
– Tá difícil, mas enquanto pai Oxóssi me der forças e permissão, todos os ensinamentos que vem da mata serão utilizado para ajudar filhos de fé…Logo em seguida, levantou um Preto-velho muito sábio e disse calmamente:
– Meus filhos, pensam que por eu ser velho eu não cuido deles? Porém, antes deles caírem, estou lá no chão de braços abertos, para amparar o filho antes que caia. Enquanto Pai Omulú me der forças, jamais deixarei de caminhar ao lado de um filho de fé.
Uma Preta-velha, com uma lágrima nos olhos e um terço na mão disse: – Enquanto eu tiver fé em nosso senhor Jesus cristo e no rosário de Maria, irei orar por todos que perderam a fé. Uma criança levantou e disse:
– Levarei alegria a todos os titios e titias que estão com o o coração sofrido, com medo e pânico e perdendo a sua fé.
Um boiadeiro deu um berro e disse: – – Enquanto o meu laço for firme, filho de fé nenhum cai no chão. Um marinheiro disse:
– Enquanto as ondas sagradas do mar de mãe Iemanjá for minha fortaleza, filho de fé morre afagado por falta de fé.
Uma Baiana muito arretada disse:
– Enquanto meu senhor do Bonfim for meu pilar, filho de fé vai tombar. Um cigano disse:
– Enquanto minha magia existir ,filho de fé não deixa de ver o brilho das estrelas.
Lá da porteira, dando segurança, uma Pomba-gira deu uma gargalhada e disse :
– Enquanto eu for Pomba-gira, filho de fé nenhum se perde nas encruzilhas da vida.
Não demorou muito um Exu que zelava pela segurança junto com a pomba-gira, bateu seu tridente no chão e disse:
– Enquanto eu for Exu, filho de fé nenhum deixa de tê-la. Voltaram todos à terra para cumprir sua missão, mesmo que muitos filhos de fé tenham deixando de acreditar e valorizar o trabalhos deles.Enquanto existir Umbanda e entidades comprometidas com a verdade, caridade e luz, falta de FÉ NENHUMA, vai apagar o BRILHO e afetar o trabalho da nossa querida Umbanda !!!

Pai Joaquim de Angola