Espada de São Jorge

A Justa Medida!

Ao olhar para uma folha como essa já dizemos de cara: Espada de São Jorge! A representação vegetal do Santo Guerreiro, ou se preferir Espada de Ogum, que também encerra a força vegetal desse Orixá.

Seja santo ou orixá, sabemos que ao pensar ou vibrar nela e neles, lembramos da força, da coragem daquele que não entra em lutas perdidas, não trava batalhas desnecessárias e sabe como lutar um bom combate. Erva de extrema força para cortar energias negativas, demandas e ondas de inveja, essa folha poderosa vinda da África tem o poder de absorver do ambiente formol e benzeno transformando em oxigênio, então imagine como não absorve facilmente também a química da maldade Alheia ?
– É preciso a força para guerrear, mas é preciso coragem para perceber que a luta começou e ela começa dentro de cada filho de Pemba. Ogum é a justa medida entre a coragem e força à Luz de Zambi, ou em todos os orixás, quer ver?
– É preciso força para se defender, mas muita coragem para não se vingar!
É preciso força para buscar o saber, mas coragem para o auto conhecimento!
É preciso força para suportar um golpe, mas muita coragem para dar um basta!
É preciso força para ver a injustiça, mas coragem para não ser injusto!
É preciso força para amar, mas precisa muita coragem para suportar e não se contaminar com o desamor!
É preciso força para força para manter um sonho, mas muita coragem para gerar novos!
É preciso força para ser o que é, mas muita coragem para se transformar!
É preciso força para sobreviver, mas é preciso coragem para viver em plenitude!
” É preciso força para ter fé, mas muita coragem para acreditar em si mesmo! ”
Tão importante quanto absorver as magias negativas dos outro, é ter em nós a justa medida entre magia e esforço, para ativar a capacidade que a folha tem de absorver o composto químico do nosso próprio medo e da nossa auto magia, pois de que adianta estar livre de toda inveja, mau olhado e demandas se ainda assim a armadura que vestir meu peito for costurada com o medo que me impede de crescer, com a preguiça que me afasta do guerreiro, com a auto piedade que faz com que minhas armas fiquem sempre no Chão?

Texto de: Sid Soares

 

Quinta - Espada de São Jorge (3)

Anúncios