Saravá Ogum e sua coroa de lei


Papai é filho de Ogum. Seu Ogum de Malê, quando chegava no terreiro, vinha com potência e muita elegância, aquela própria do Orixá. Ogum é o dono das armas e dos caminhos. Que ele possa ajudar a apontar um caminho de saída para a humanidade, nesse momento delicado e de introspecção individual e coletiva. Deixo os versos poéticos que nosso pai escreveu para o seu Orixá. Salve Ogum! Ogum ê!

As marcas das ferradura do seu cavalo, ilumina a estrada da vida para eu caminhar, Ogum de Malê, tu és cavaleiro, tu vens de Aruanda na fé de Oxalá.

As marcas das ferradura do seu cavalo, ilumina a estrada da vida para eu caminhar, Ogum de Malê, me dê sua lança, me dê sua força, não posso tombar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s