Homenagem a Oxóssi

Amigos e amigas, estamos retormando as nossas atividades com muita calma e musicalidade, como diria meu amigo Wallace Lopez, por isso, no sábado, dia 22 de janeiro, estaremos na nossa tenda fazendo uma singela homenagem a Oxóssi. Quem quiser aparecer, pode chegar, mas lembrem-se ainda estamos com Covid, pedimos que venham de máscara.

Ainda estamos com as sessões suspensas

Estamos recebendo vários comentários se a nossa tenda está funcionando. Não, ainda estamos fechados, queremos reabrir com segurança, até porque onde estamos localizados, houve muitos casos da nova variante da COVID 19. Nosso intuito é garantir a saúde dos médiuns e da assistência, enquanto não reabrimos estamos realizando alguns manutenções necessárias em nossa casa de caridade. Assim que retornarmos,informaremos por aqui os dias de sessões.

Gostaríamos de afirmar que a tenda, o terreiro, a igreja, qualquer espaço religioso está dentro de cada um , já que um dos significados de religião é a religação com o Divino, portanto, aproveitem para entrar em contato com o seu coração e com o seu ser divino.

Aproveitamos para informar que no próximo dia 25 de setembro, em homenagem à Ibeijada – São Cosme e Damião faremos a distribuição de roupas, doces, cachorro-quente para as crianças que vivem em torno da tenda, cumprindo todos os protocolos de segurança e sem sessão, apenas a distribuição.

Forja diária – Saravá Ogum

Por Sid Soares


Ogum é o primeiro passo do filho que deixa de engatinhar e avança na marcha da vida, é o olhar do pai reticente, mas esperançoso de que mais que passos incertos ou estrada, o caminho do filho é a vontade. É a casa que a gente resolve morar sem ter levantado parede, e na segurança de que ela já está lá, oferecemos de abrigo a outros. Ogum é a avença dos discordantes, quando o bem comum é comum, é o Bem, ou simplesmente o amor, o sorriso da criança, a comum unidade…É a revolta sensata ao que é injusto usando o verbo para quebrar grilhões que aprisionam mentes, para despertar consciências, mas que também usa o silêncio para refletir na estratégia da sensatez que une e agrega.É a vitória da gente, de manhãzinha abrindo os olhos e sorrindo apesar de tudo, a certeza no dia quando estamos na noite mais escura, a fé no improvável. A confiança de que a Lua cabe na palma da minha mão. Ogum é nosso Ori repleto de sonhos, uma chuva deles caindo no solo da nossa cabeça que sabe que terra boa é aquela que germina o bem. É a ordem das coisas que temos e somos, ou a coragem de não aceita-las quando julgamos certo, e a audácia da mudança.Ogum é o orixá dos sonhos, é aquele brilho no olhar que nasce quando a gente escuta um amigo falar de um projeto às vezes impossível, e escapa da nossa boca: Vai dar certo! Ele não guerreia e nem abre caminhos se a certeza de que eu posso vencer o improvável não nascer primeiro em mim. E é essa forja diária que faz crescer em nós a armadura da fé porque Ogum quando vai para a guerra, só convoca os improváveis.

Respeito à vida

Nossa tenda ainda continua respeitando o isolamento social, evitando as aglomerações nesse período de COVID 19. Nossa dirigente completará 82 anos, já tomou a primeira dose da vacina, mas não nos sentimos seguros para voltar e também entendemos que temos que ter paciência para não colocar a vida de nenhum de nossos médiuns em risco. A vida nos é emprestada para evolução espiritual e forçar para que ela seja ceifada, não cumprindo o que as autoridades de saúde determina, entendemos que possa ser encarado como negligencia mediúnica. Também gostaríamos de dizer que o terreiro, a tenda, a nossas entidades estão dentro de nós mesmo, uma ligação sólida que não se perde, você pode se conectar com os seus guardiões sem a necessidade de estar em um lugar determinado. Sua fé está nas suas palavras e ações. Por isso, permaneceremos em nossas casas cumprindo o protocolo de segurança, usando máscaras, lavando as mãos e, sobretudo, não aglomerando. Mas nunca perderemos a fé no que acreditamos.

Saravá Umbanda!

RESPEITO À VIDA